04 novembro 2010




Estão de volta: os tea party, entre conservadores e fascistas- a gente do PP de Mariano Rajoy, Cameron, o marido da Carla Bruna e o governador da zona italiana. Quando abri a televisão num canal chamado intereconomia, estava a dar futebol. Na pausa fez-se propaganda própria. Um manifesto eleitoral nas cores suaves da Nova Propaganda. Dizia mais ou menos assim: “se achas que matar um feto é um crime, se achas que os problemas demográficos não se resolvem matando os velhos, se achas que um par de homossexuais não faz um matrimónio, etc, etc, junta-te a nós”. Nós é o tal canal, simbolizado por um touro investindo de frente, a meia pata e sem cojones.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial