22 novembro 2010

A sopa dos pobres no jardim do Carregal


Miquel Barceló



De manhã o telejornal: o Banco Alimentar bateu o máximo anterior na captura de caridade, o Cavaco diz que a ajuda aos desfavorecidos é a primeira prioridade e um padre sorridente assegura que 2 em cada 10 pedintes não come pelo menos um dia por semana. Vi a fila da sopa no jardim do Carregal e, na noite seguinte na Praça da Catalunha. E logo a seguir, com o mesmo ar de quem anuncia uma fatalidade metereológica, o locutor da manhã informa que a PT, o Jerónimo Martins e mais não sei quantos se aprestam a distribuir os dividendos de 2010 antes da alteração da carga fiscal. Quem é que vai lucrar com isto? Os accionistas da PT: Telefonica, BES, Grupo VisaBeira, Grupo Barclays, Norges Bank. Quem são os accionistas do BES? Telefonica, Ongoing, Grupo Barclays, Visabeira, NorgesBank. Outra vez: Telefonica, Barclays, Norges Bank.
Se um padre, um locutor, a dra Manuela, o Cavaco dissessem isto às pessoas, eis o que era uma grande caridade.

3 Comentários:

Blogger Ana Cristina Leonardo disse...

Luís, uma coisa é a caridade, outra os dividendos, não é?

segunda-feira, novembro 22, 2010  
Blogger maria disse...

muito bom!

terça-feira, novembro 30, 2010  
Blogger Núncio disse...

A dra. Manuela disse outras coisas do mesmo género. Durante dois anos.
Poucos a ouviram. Preferiram o canto do sereio.
Agora, apelam ao Presidente e lembram a velha. É tarde. E a culpa é (também) daqueles eleitores que votam como quem escolhe manequins para a Loja das Meias...

quarta-feira, dezembro 08, 2010  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial