05 setembro 2011

Um


O fim-de-semana teve alguns acontecimentos extraordinarios dos quais registo dois. O professor Marcelo deu eco a uma notícia de duvidoso interesse sobre uma ação de solidariedade em torno de uma criança com um síndrome de Klippel-Trenaunay (Weber) e leu Klippel -Trenaunay como se estivesse a ler von Hippel-Lindau. Mas o pior viria depois, quando a propósito dos passes sociais referiu que os habitantes de Coimbra estariam a ser discriminados dado não haver passe social para o Metro. José Manuel Pureza, na sua página do Facebook já comentou. O problema é que Pureza não foi eleito para o Parlamento onde Marcelo tem maioria absoluta.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial