19 março 2007

O Bom Alemão, Steven Soderbergh



Um filme excelente. Na Berlim destruída da ocupação aliada, quando decorre a Conferência de Potsdam. Contado a preto e branco, com recurso a imagens de época. A sequência e os recursos da narração, o estilo de representação, a utilização da luz e do som, remetem para os filmes da época e Casablanca e A Foreign Affair, de Billy Wilder, têm sido evocados, sobretudo pela sequência final e pelas semelhanças entre Cate Blanchett e Marlene Dietrich. Durante o filme, a propósito da utilização dos esgotos como esconderijo, recordei também O Terceiro Homem, o filme de 1949 com Orson Welles. E ainda um filme lindíssimo de Axel Corti, que penso chamar-se Welcome to Wien.



Agrada-me a atmosfera de perigo iminente, onde todos mentem e todos guardam segredos, a indefinição dos poderes territoriais, o cego amor masculino, a deambulação do stalker em torno de uma mulher em fuga permanente e que nunca se chega a conhecer. As pessoas são rudes, as falas breves. São quase todos sobreviventes. O nosso herói passa o filme a levar porrada e a coleccionar cicatrizes. Mas nada o demove. Condenado à solidão, ele é o herói sem causas, compassivo, à procura da verdade da mulher amada. Um mundo de sombras, como no Terceiro Homem. Sem lugares de refúgio. Onde o lugar mais seguro para dois americanos se encontrarem pode ser o sector russo. Um mundo de escombros, onde tudo se vende e tudo pode ser comprado, tudo resulta de enganos e ardis, até o instante que reúne os amantes separados. O americano do Nespresso é o jornalista obscuro a quem a guerra deu um uniforme e volta a Berlim à procura de uma mulher. Cate Blanchett é hoje o que miss Kidman foi na última década, com a vantagem de não ter um fanático religioso a atormentá-la.
Uma palavra para os críticos de cinema: Revejam a cena em que Blanchett, de bicicleta, passa pelos soldados e comparem-na com a que Paul Verhoeven filma no Livro Negro. É por essas que na actual crítica de cinema já só nos restam as estrelas de João Lopes.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial