08 julho 2007

Al Gore III


A fotografia do filho de Al Gore preso, atrás do xerife de Orange County, rodeado de fotógrafos. O crime: guiava a 160 kms/h e "estava na posse de marijuana e uns Xanaxs". Não basta que os fascistas americanos revistem os carros de um cidadão e considerem crime uns fumos e uns comprimidos, que o levem para o calaboço e chamem os jornalistas, que estes acorram e considerem notícia esta violência. Alguém no Público não resistiu ao boneco. O P2 Pessoas devia ter autor, para nós percebermos quem vai tão longe na tabloidização de um dos poucos jornais de referência portugueses.

PS 1. Outro exemplo de boçalidade são as fotografias pornográficas que hoje acompanham a reportagem de fundo da Pública sobre Rio de Onor. Na ânsia de mostrar o primitivismo dos deserdados o fotógrafo revela o seu olhar de citadinocêntrico. O que fica é uma galinha depenada.
PS 2. Na semana em que Alberto Martins mais uma vez não se pronunciou sobre os casos concretos de autoritarismo do governo de Sócrates e Campos, o líder da bancada governamental ainda teve , no Público, um brochista para lhe dar uma seta para cima. Parece que Alberto Martins vai "tomar medidas que prometem tornar a Assembleia mais verde". Tenham dó.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial