27 outubro 2007

Andrei Nekrasov


O momento grande da semana foi a presença de Andrei Nekrasov em Lisboa. O realizador russo esteve com a viúva de Alexander Litvinenko na apresentação do livro que relata a eliminação deste dissidente dos serviços secretos russos através de métodos que têm a assinatura do Kremlin. A sua presença coincidiu com a exibição de Rebellion no DocLisboa. O jornal Público entrevistou Nekrasov. A entrevista do realisador de S.Petersburgo e o texto que o director do jornal lhe dedicou são dois momentos que honram o jornalismo português. Uma volta pelos jornais pode dar a ver Sócrates e Pires de Lima enrubescidos da química que Putin lhes faz libertar, notícia de como algumas zonas de Lisboa viveram a "regra russa", a crónica do inenarrável Espada e a posição económica do PCP. Mas um jornal, o Público, lembrou Anna Politovskaya, os mortos de Tchechénia, o horrível assassinato de Litvinenko.

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial