16 janeiro 2008

O ano passado em Mazan



O ano passado em Mazan
de onde vinham estas toalhas
esta luz a casa em Mazan cheirava
aos residentes um rapaz
que falava a língua deles uma moça
da terra para os quartos a cozinheira
que vem de Carpentras é o cheiro
do ylang negro dos musgos de Mazan.

Depois do jantar o ano passado
ficávamos na sala em Mazan e eu
entregava-me transido ao uso antigo
os receptores de nicotina como um tapete
vivo que implorava e tu dizias
o ano passado que eras a minha menina
em Mazan a minha puta.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial