11 setembro 2008

Angola e nós


C. Schreuders



Desde Coelho que sabemos que Angola é um paraíso para os negócios. Agora Vital assegura que é, em termos africanos, mundiais quiçá, um exemplo de democracia. O entusiasmo dos partidos do arco governamental com a antiga colónia é notório, pelo menos desde a boda da filha do presidente, mas é entre os socialistas reais que se exprime com maior notoriedade. Entretanto, o pequeno pormenor da recusa de vistos a jornalistas portugueses caiu no esquecimento, mesmo entre os atingidos. Angola parece a China antes do embelezamento olímpico. Ninguém se mete com Angola, ensinou Coelho a dos Santos. E o pessoal dos comentários políticos percebeu os sinais. De agora em diante o efeito Luís Castro generalizar-se-á.

Etiquetas: , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial