06 julho 2009

No tempo dos Rublos e Agitadores A Soldo



(continuação)

Fechada no seu quarto, sem nenhuma companhia, como numa prisão, Ana vira através das persianas os dois lacaios passarem lá em baixo no caminho da horta, levando o corpo inerte de Francisco.

- Ai, que mataram o meu amor! - murmurou ela.
Caíu sem sentidos; e ali ficou sòzinha...

Assim se passavam as coisas quando o diabo da maçonaria começou a andar à solta na terra santa de Portugal.

(fim)

A SEGUIR:

HISTÓRIA DO REI DOM MIGUEL I

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial