27 fevereiro 2010

Dois comentadores com "um fraquinho" pelo Sócrates




Quase todos os canais têm painéis de comentadores políticos. Ontem na sic notícias vi um par imbatível. Betencourt Resendes e Luís Delgado. Não sei o que aconteceu a Delgado. Parece um tio convalescente. Conheci-o quando era a fonte, o oráculo e o confidente do Lopes, na fase ascendente do Lopes. Lopes era o delfim de Barroso, ainda Barroso era Durão e Delgado era uma ponta avançada da Direita que tinha retomado o poder e em breve iria endireitar o pais. Alguns anos depois Delgado é um falcão reformado, asa derrubada e pontos de vista de centro. Aliás neste país, se exceptuarmos Medina Carreira e Isilda Pegado, toda a gente tem pontos de vista do centro. Centro-direita claro, como diz Delgado. Ontem Delgado explicou, para os que como eu têm estado desatentos ao aggiornamento dos comentadores políticos, que “tem um fraquinho por Sócrates”. Disse isto em tom benigno, como uma tia de Cascais que falasse duma velha amiga. “Um fraquinho”. Uma coisa sem chama nem futuro. Sem passado nem ambição. Só “um fraquinho”. Uma discreta inclinação. Um lampejo quando o vê passar e depois o esquecimento. Delgado explicou porquê. Segundo ele, Sócrates “fez muitas reformas de centro-direita que a Direita nunca teve coragem de fazer”.
Qual foi a mensagem que aqueles dois comentadores ontem trouxeram: 1. Não há nenhum risco para a liberdade de imprensa; 2. Todos os governos, desde a Grécia clássica, tentaram controlar os directores de jornais; 3. A Comissão Parlamentar é uma vergonha e os depoimentos dos convocados não esclarecem nada.
Até aqui é a cartilha. Quando é que vem a novidade? Sócrates, no entender deste par, talvez tenha mentido ao Parlamento quando respondeu a um parlamentar e declarou que não sabia nada do negocio através do qual a PT tentava comprar a TVI. Mas se mentiu foi uma mentira menor. Mentiu porque não lhe veio mais nada à cabeça senão aquela mentira . Mentiu como podia ter dito a verdade.
- Já ouviu falar da PT ? E ele, em dia sobrecarregado: - Não.
Mas era um não-sim. Um não-sei lá. Um não me chateiem que isto não interessa nada.
A pivot, ela também com ar de convalescente, não disse nada. Mas há alguma coisa a dizer?

Etiquetas:

5 Comentários:

Blogger JPN disse...

estamos todos a ficar afectados pela tristeza. eu também ouvi esse par e também achei, que estranho ramalhete. e quanto ao Delgado, sim, vi o que tu viste e ouvi aquilo que ouviste. e achei divertida essa do fraquinho. e o esclarecimento súbito, disse: politicamente, claro. a macúla não deve incluir os comentadores do oráculo. e, quanto ao resto, independentemente de Delgado estar menos parecido com Delgado, Mário B. Resendes continua parecido com ele. eu acho-o bem parecido. não tenho um fraquinho por ele (tenho medo-pânico de gostar de homens mais velhos e de raparigas mais novas) mas acho-o bem parecido. e não me pareceu que tivesse nenhuma inclinação socrática.
e foi duríssimo com o procurador (que como tu sabes foi um proposto por Sócrates) e tem semeado suspeitas, a torto e a direito (leia-se o texto de Freitas) de que tem um calendário que diz Boss nos dias dificeis.
só que, tanto na SIC N, esse par de que falas, como na TVi 24, e independentemente do Sócrates, o denominador comum foi:
- esta comissão de inquérito está a ser perda de credibilidade do Parlamento ( e nele a Oposição manda, governa).
- os jornalistas que lá têm ido têm sido desastrados e infelizes, passando uma má imagem da classe;

estes dois pontos de vista uniram Delgado, Resendes, Ana Sá Lopes, António Ferreira e um jornalista da Lusa.
E todos eles também mostraram ter dúvidas sobre a questão da TVi e da PT, entre outras alcavalas mediáticas.
ou seja, queimem o Sócrates em lume brando, mas deixem um bocadinho de país para podermos imaginar o futuro que se descola dos nossos dias gastos assim.
olha, tu acreditas que depois deste paleio todo, a única coisa que me motivou foi, ao regressar um pouco mais à blogos, dar-te um abraço?
cá fica
JPN

sábado, fevereiro 27, 2010  
Blogger Luís disse...

Joaquim, vou ao teu facebook todos os dias se o resultado for um comentário destes.

sábado, fevereiro 27, 2010  
Blogger JPN disse...

tá combinado, eheheheh!

sábado, fevereiro 27, 2010  
Blogger Isabel disse...

JPN

"estamos todos a ficar afectados pela tristeza.", que disparate. e se os estamos então já é desde o Eça ou do Lord Byron, que é mais longe que me ocorre. Parem com o melodrama, o Inverno não é a melhor das estações, deve ser por isso.

domingo, fevereiro 28, 2010  
Blogger JPN disse...

Isabel, não sou tão sábio, cheguei muito depois do Eça, do Lord Byron. E não desconfies das tristezas de inverno do nosso descontentamento. Quando nos vires tristes no verão sim. Toca a rebate. A menos que seja Agosto. Já sabes, é como diz o povo, Agosto, desgosto.
gostei de te rever. eu quando venho ao Mal, não venho por mal. Venho por vocês, os que nunca desabitam o Mal, é preciso coragem. Venho por bem. Tás a ver, mais do que tristes, somos é piegas. No inverno nota-se mais. :)

segunda-feira, março 01, 2010  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial