15 maio 2010

Torre de Dona em Chamas




Vem nos jornais:aqui.e aqui. Em Torre de Dona Chama, Mirandela, uma professora dos Tempos Livres posou para o Playboy. A notícia animou a terra, mais conhecida por alheiras e histórias tristes que não vou lembrar mas que até talvez viessem a propósito. Atentíssima, a Câmara arquivou a professora . E a vereadora Gentil veio a público assegurar que a medida cautelar seria mantida.
O Expresso on line insere um bom texto sobre esta notícia e já se alinham comentários reveladores da confusão que vai no bom povo. De cada vez que alguém se despe em Torre de Dona Chama acorrem os movimentos cidadãos para arrefecer os corpos. Debaixo do manto hipócrita da tolerância está um magma sórdido, a sexualidade das profundidades, a sexualidade autárquica, a sexualidade do interior. Depois do cheque dentista era preciso, se o erário público o permitisse, o cheque-divã. Talvez assim Dona Gentil ardesse, nem que fosse com Bruna, no Arquivo.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial