14 agosto 2011

Patrícia Acioli




Patrícia Acioli, juíza em Niterói, conhecida pela coragem na condenação dos assassinos da PM, os bandidos dos esquadrões da morte brasileiros.
Executada à porta da sua casa, na sexta-feira, quando voltava do trabalho.
Um grupo de encapuçados disparou 21 tiros contra a magistrada. As cápsulas eram de um calibre usado habitualmente pela polícia.
Patrícia não tinha protecção especial. Segundo um primo, ouvido no local, tinha-lhe sido retirada há quatro anos, apesar de continuadas ameaças de morte.
O presidente do Supremo Tribunal disse que não tinha conhecimento das ameaças e que um inquérito decorreria célere.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial